AGENDA PARA PLANEJAMENTO

Mostrando postagens com marcador EBD TRIMESTRE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador EBD TRIMESTRE. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 4 de novembro de 2022

A Justiça de Deus - Lição 6

 


I - SOBRE A IDENTIFICAÇÃO DO JUÍZO DIVINO

1- 0 discurso profético. 2- Aprimeira parte do oráculo (v.13). 3- Descrição dos agentes do juízo divino (vv.17,21). SINOPSE I Deus não executa o seu juízo sem uma justa causa nem mesmo sem um prévio aviso. II - SOBRE A PETIÇÃO QUE DEUS NÃO ATENDE

1- Exemplos de intercessão pelo pecador. 2- Um castigo inevitável. 3- Quando Deus não atende a oração intercessória de um justo. SINOPSE II Na Bíblia, encontramos exemplos de orações intercessórias de justos que Deus não atende: Os de Moisés e Samuel; os de Noé, Daniel e Jó. III - SOBRE A INTERCESSÃO DE NOÉ, DANIEL E JÓ

1- . Por que o povo rejeitou os profetas? 2- “Noé, Daniel e Jó” (w.14,20) 3- 0 profeta Daniel. SINOPSE III Segundo a mensagem de Ezequiel, Deus não é obrigado a tolerar o pecado do povo por causa dos justos da cidade. Conclusão Conscientes de que o enfoque da justiça de Deus nesse discurso de Ezequiel diz respeito à retribuição divina ao pecado. É importante ter em mente esse conceito para não se confundir com a justiça da teologia paulina, que justifica o pecador que crê em Jesus. Deus abençoe a sua vida!

DINÂMICA O PODER DA ORAÇÃO

DINÂMICA METANOIA

SLIDES



quarta-feira, 26 de outubro de 2022

Contra os Falsos Profetas - lição 5


 

I-SOBRE OS PROFETAS 1. O termo “profeta”. 2. Outros termos para designar os profetas de Deus. 3. Os falsos profetas. SINOPSE I Além do termo “profeta’’ há outros que a Bíblia apresenta para esse ofício: mensageiro, embaixador, servo de Deus e do Senhor. II - SOBRE OS FALSOS PROFETAS EM EZEQUIEL 1. Os dois lados. 2. Apresentação (v.2) 3.0 desserviço dos falsos profetas (v.3). 4. As “raposas do deserto” (v.4) SINOPSE II Assim como há profetas legítimos enviados por Deus, há falsos profetas provenientes da parte de Satanás. III - SOBRE A GERAÇÃO DAS MENSAGENS FALSAS 1.0 profeta no Antigo Testamento. 2. Os portadores de mensagens falsas (w.6-8). 3. A ira de Deus contra os falsos profetas (v.10) SINOPSE III No AT, a palavra “profeta’’ quando se refere ao legítimo, aparece com a expressão qualificativa tal como “mensageiro de Deus”. CONCLUSÃO O apóstolo Pedro deixa claro que onde há o verdadeiro há também o falso como aconteceu em Israel entre os profetas e isso haveria de acontecer também na igreja (2 Pe 2.1). O boato é a propagação de uma notícia infundada, não oficial e de fonte desconhecida. O contexto mostra que divulgar informação enganosa é associação com o ímpio para se tornar falsa testemunha. Mesmo as coisas triviais do dia a dia podem terminar na justiça, pois elas destroem a reputação de qualquer pessoa. Deus abençoe a sua vida!

SLIDES

DINÂMICA: SILÊNCIO PARA OUVIR A DEUS

DINÂMICA: A QUEM VOCÊ OUVE?



quarta-feira, 19 de outubro de 2022

QUANDO SE VAI A GLÓRIA DE DEUS - LIÇÃO 4

 


I - SOBRE A GLÓRIA DE DEUS

1. 0 significado de “glória”. 2. A glória de Deus. SINOPSE I A expressão “glória de Deus” aparece no livro de Ezequiel como presença de Deus. II - SOBRE A RETIRADA DA GLÓRIA DE DEUS 1. 0 querubim e a nuvem (9.3; 10.4). 2. A retirada da presença de Deus 3. Por fim a glória de Deus se pôs sobre o Monte das Oliveiras (11.23). SINOPSE II A retirada da glória se deu mediante a retirada do querubim da Arca da Aliança, deslocando--se para o Monte das Oliveiras. III- SOBRE O SEGUNDO TEMPLO 1. O segundo Templo 2. 0 Templo de Herodes. 3. A presença do Filho de Deus. SINOPSE III Não há registro no Antigo Testamento de que a glória do Senhor tenha enchido a segunda Casa. O Senhor Jesus a trouxe ao ministrar no Templo. IV - SOBRE O SENHOR JESUS E O TEMPLO 1. Explicação teológica 2. 0 fim do Templo 3. A presença de Deus hoje SINOPSE IV A glória do Senhor deixou a primeira e a segunda Casa. Mas a segunda Casa foi substituída definitivamente pelo Senhor Jesus. CONCLUSÃO Em ambos os casos, tanto em Ezequiel como em Jesus, ambas gerações rejeitaram a Deus. No Antigo Testamento, substituíram Javé pelos ídolos e nos Evangelhos, substituíram a Justiça de Deus pela sua própria justiça: “não conhecendo a justiça de Deus e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram à justiça de Deus” (Rm 10:3).


SLIDES

DINÂMICA  ZERANDO TUDO

DINÂMICA ARREPENDEI-VOS


Deus abençoe a sua vida grandemente.

LIÇÃO 3 - AS ABOMINAÇÕES DO TEMPLO

 



LIÇÃO 3 - AS ABOMINAÇÕES DO TEMPLO

I - SOBRE A VISÃO 1. A segunda visão. 2. As visões das abominações do Templo. 3. Como entender as visões de Deus? SINOPSE I A visão das abominações do Templo destoa das demais visões do profeta Ezequiel e de outros profetas do Antigo Testamento. II - SOBRE AS ABOMINAÇÕES (PARTE 1) 1. A imagem de ciúmes (v.5 ) 2. O culto aos animais e aos répteis (v.10). 3. Os setenta anciãos (v.11). SINOPSE II As abominações estão ligadas aos ídolos. A afronta maior a Deus é o fato de elas serem praticadas na Casa de Deus. III – SOBRE AS ABOMINAÇÕES (PARTE 2) 1. O ritual de Tamuz (v.14) 2. Os adoradores do sol (v.16). 3. Os anciãos na casa do profeta. SINOPSE III Tamuz era de Osíris pelos egípcios; o sol era cultuado na Babilônia e no Egito. CONCLUSÃO Aprendemos, com as quatro cenas do pecado cúltico, que um Deus Santo não tolera o pecado. Deus exige fidelidade de seu povo. O que aconteceu com Israel nos ensina sobre a responsabilidade na santidade com a adoração e o estilo de vida também para os dias atuais pelos crentes em Jesus. Deus abençoe a sua vida!


SLIDES

DINÂMICA DOIS SENHORES

DINÂMICA DEUS E MAMOM



Lição 02: Vem o Fim | 4° Trimestre De 2022

 

Lição 02: Vem o Fim | 4° Trimestre De 2022

I – SOBRE A PROFECIA 1- Introdução 2- Extensão 3- Quando? SINOPSE I O profeta Ezequiel anuncia a hora do acerto de contas de Judá e Jerusalém com o Deus Javé. II – SOBRE O FIM 1- Sentido (vv.2b, 3a, 6). 2- Expressões repetidas sobre o fim. 3- A repetição da sentença. SINOPSE II O capítulo 7 traz uma série de expressões e sentenças que confirmam o sentido de destruição total no fim. III – SOBRE O INIMIGO 1- ”Já floresceu a vara” (v.10). 2- ”Reverdeceu a soberba” (v.10b). 3- O rei Nabucodonosor. 4- A Babilônia. SINOPSE III O versículo 10 dá uma pista a respeito da identidade do inimigo que vai causar todo o mal sobre Jerusalém: o rei Nabucodonosor. CONCLUSÃO
Os julgamentos divinos na história mostram que o pecado jamais ficará impune e que a única maneira de escapar da condenação é através do arrependimento e da fé. Israel não tinha desculpa, não podia alegar ignorância, pois o povo dispunha de Moisés, do ensino dos antigos sábios, da revelação dos profetas e do conselho dos sacerdotes. O apelo dramático de Ezequiel é um exemplo clássico dessa verdade.



VOCÊ VAI GOSTAR DE LER TAMBÉM

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *